Compartilhe
Ir em baixo
Membro Ouro

Titulo :  
Registro : 28/07/2017
Mensagens : 1164
Reputação : 10

Ver perfil do usuário

Pela primeira vez na história, Sony fornece dados do PS4 de um usuário ao FBI

em Sex 16 Fev 2018 - 18:11

PS4 de usuário é investigado por suspeitas de envolvimento terrorista

Um dos maiores medos dos usuários de redes sociais, lojas de compras online e ambientes de jogatina em rede seja Live, PSN ou Steam, é o vazamento de seus dados. Na maioria dessas plataformas o usuário precisa realizar um cadastro. Dados pessoais como endereço, telefone, nome completo e até o número do cartão de crédito são solicitados. Tudo isso para poder ter uma imersão completa no serviço. Mas quando esse “vazamento” de informações é fornecido pela própria empresa que presta o serviço, para o bem da sociedade, isso não é um problema. No caso em questão, a Sony forneceu os dados do PS4 de um usuário para o FBI. O motivo? Suspeita de terrorismo.

Segundo informações da revista Forbes, o usuário do console investigado pretendia viajar de Kansas City (Estados Unidos) até o Oriente Médio (Iraque). Ao que parece, ele pretendia defender alguma causa terrorista por lá.

A solicitação das informações do suspeito estava arquivada desde maio de 2017. Somente nesta semana a Sony tornou o fato público.

Foram solicitados os dados dos registros da conta, histórico de mensagens, detalhes dos dispositivos que foram associados à conta e históricos de compras na PSN.

A primeira vez na história


Essa foi a primeira vez que a Sony cedeu informações de um usuário de sua rede a pedido do governo. Ao que parece, o FBI espera encontrar informações que confirmem que o usuário pode estar associado ao ISIS. Ou a alguma outra facção terrorista do oriente médio.

O interesse em investigar o console partiu depois que a policia interrogou o irmão do suspeito. Ele informou às autoridades que ele havia apagado todas as informações do seu PS4 recentemente.

“O irmão do suspeito também afirmou que nos últimos meses ele havia instalado uma fechadura na porta de uma garagem na casa da família. Era muito particular sobre a área e não permitia que alguém entrasse naquela sala. O irmão do suspeito também informou que de fora da garagem ele as vezes podia ouvir o suspeito conversando no PS4 dentro da garagem “.

Segundo informações do ministro de assuntos internos da Bélgica, o console da Sony era utilizado como meio de comunicação entre os membros do ISIS. Era mais difícil acompanhar as conversas do grupo terrorista pela plataforma de interação online da Sony. Isso em comparação com o Whatsapp, por exemplo.

Fonte
Combo Infinito
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum