Power Pixel - Conteúdos e suporte a sua volta.
Redes Sociais:
FÓRUM ESTARÁ PASSANDO POR MUDANÇAS. SÁBADO, 01 JUL ESTAREMOS DE VOLTA 100%

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

E esse tal de Vulcano?

Mensagem - Página 1 de 1

1 E esse tal de Vulcano? em Qua 20 Set 2017 - 22:20

Membro Prata

avatar

Esse papo de Vulcano voltou a ser falado, pois no dia 12 de Setembro de 1859, foi a data em que um cientista francês chamado Urbain le Verrier publicou o artigo original propondo a existência desse planeta. Então, no dia 12 de Setembro o site da revista Smithsonian fez uma menção a isso, para comemorar o aniversário.

Mas como no Brasil tudo é atrasado, essa semana não sei por que começaram a falar disso. Mas isso é coisa do G1, BBC, etc...ou seja, falam sem contar de onde veio a origem da história.

A história de maneira resumida é a seguinte.

Em 1840, Fraçois Arago diretor do Observatório de Paris sugeriu ao matemático francês Urbain Le Verrier que trabalhasse na órbita de Mercúrio ao redor do Sol.

Isso foi proposto a ele, pois pouco antes, ele havia trabalhado na órbita de Urano, e tinha descoberto algumsa alterações na órbita que acabaram resultando na descoberta de Netuno.

Le Verrier tentou observar alterações na órbita de Mercúrio durante um trânsito mas foi em vão.

Depois resolveu estudar melhor a órbita do planeta, e em 1859 publicou um artigo sobres isso.

Usando uma série de observações meridianas, bem como dados de 14 trânsitos, ele concluiu que durante sua órbita ao redor do Sol, o periélio de Mercúrio avançava um pouco, o que fazia com que as previsões da posição do planeta ficassem erradas. Esse avanço é chamado de precessão do periélio. O fenômeno é previsto pela mecânica clássica, mas o valor observado divergia do valor previsto por 43 arcos de segundo por século.

Le Verrier então postulou que o excesso de precessão era explicado pela presença de um pequeno planeta entre Mercúrio e o Sol, planeta esse que recebeu o nome de Vulcano em homenagem ao Deus romano do fogo.

como Le Verrier tinha uma certa credibilidade pela descoberta de Netuno, todos os astrônomos ao redor do mundo tentaram de todas as maneiras observar Vulcano.

Foram inúmeras as tentativas, mas nada chegava a um resultado conclusivo.

LE Verrier morreu em 1877 convencido de que havia descoberto um novo planeta no Sistema Solar

O tempo passou, e em 1915, a Teoria da Relatividade de Albert Einstein surgiu para dar uma agitada no mundo, ela dava um entendimento diferente para a gravidade, se comparado com a mecânica clássica e com isso, o problema de Vulcano foi resolvido.

As equações de Einstein conseguiram prever com precisão o avanço do periélio de Mercúrio, sem a necessidade de se colocar entre o Sol e Mercúrio um novo planeta.

A teoria de Einstein modificava a órbita de todos os planetas, mas a diferença com a teoria de Newton, caia rapidamente com a distância do Sol, assim nos outros planetas não se tem diferença.

Além disso, em Mercúrio que tem uma órbita mais excêntrica do que a de Vênus e a da Terra, que são quase circulares, o desvio no periélio é mais fácil de ser identificado.

E assim a ideia de Vulcano desapareceu.

Foi errada? Não, não foi, lembre-se que o Planeta 9 está sendo proposto com base num alinhamento de objetos do cinturão de Kuiper, a qualquer momento pode surgir uma teoria que explique esse alinhamento sem a presença do Planeta 9, e a ciência é assim, vai evoluindo, vai se corrigindo e está tudo bem.

Fonte
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Mensagem - Página 1 de 1

Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum